Em formação

Identificação de insetos - isso é um percevejo?

Identificação de insetos - isso é um percevejo?


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Este bug foi encontrado em um sofá em Cape Girardeau, Missouri. O sofá e as duas camas do quarto não mostram sinais de outros insetos. É um percevejo com o qual devo me preocupar ou algo inofensivo? Era um pouco maior do que um carrapato comum.


Infelizmente, você é o primeiro que vejo aqui na realidade ter um percevejo.

Veja esta foto da University of Kentucky para comparação:

Aqui está um movimento (mais filmagens e informações aqui):

Abaixo está uma imagem de Bed-Bugs-Handbook.com demonstrando o tamanho relativo e a aparência de 6 diferentes estágios de vida (muda):

  • Da esquerda para a direita: Ninfas para adultos antes (linha superior) e após (linha inferior) se alimentarem e ficarem cheios de sangue.

Informações gerais:

Percevejos são insetos parasitas da família dos cimicidas que se alimentam exclusivamente de sangue. Cimex lectularius (ou o percevejo comum) é a espécie mais conhecida, pois é aquela que se alimenta principalmente de hospedeiros humanos e infesta habitações humanas. Esses insetos costumam morar em camas, sofás ou outros móveis estofados, e também são conhecidos por viver em rachaduras e fendas nas paredes, atrás de papel de parede e painéis de madeira, ou sob carpetes (Krueger 2000).

Eles geralmente se alimentam à noite e, na ausência de erupções cutâneas alérgicas em suas picadas, sua presença pode passar despercebida. Os primeiros sinais de uma infestação de percevejos costumam ser os próprios percevejos ou pequenas manchas escuras que eles podem deixar.

  • Consulte esta página da EPA para obter mais informações sobre como localizar percevejos em uma infestação potencial.

Descrição

Da Universidade da Flórida:

O percevejo adulto é um inseto ovóide amplamente achatado com asas muito reduzidas (Schuh e Slater 1995). As asas dianteiras reduzidas e coriáceas (hemélios) são mais largas do que longas, com uma aparência um tanto retangular. Os lados do pronoto são cobertos por pêlos curtos e duros (Furman e Catts 1970). Antes da alimentação, os percevejos são geralmente de cor marrom e variam de 6 a 9,5 mm de comprimento. Após a alimentação, o corpo fica inchado e com uma cor vermelha (USDA 1976).

As ninfas e larvas são menores do que os adultos, com ninfas em estágio avançado com cerca de 4,5 mm de comprimento. (veja aqui os intervalos de tamanho). No entanto, apenas fêmeas adultas podem botar ovos (veja aqui e aqui dicas de sexagem). Seus pequenos ovos brancos (aproximadamente 1/10 ") são colocados em grupos em colchões, móveis ou em rachaduras na parede, rodapé ou tábua do chão. (Veja aqui para obter mais informações sobre ovos).

Você tem um problema?

Da Wikipedia:

Certos sinais e sintomas sugerem a presença de percevejos; encontrar os insetos adultos confirma o diagnóstico.

No entanto, além de ser um incômodo (por exemplo, tendo um fator "grosseiro" + algumas doenças de pele, como erupções cutâneas), os percevejos não são conhecidos por transmitir doenças humanas perigosas (por exemplo, ver Dolling 1991 e Kolb et al. 2009)

O que fazer:

Abaixo, estão uma série de recursos confiáveis ​​e úteis para lidar e se livrar de infestações de percevejos:

  • Percevejos: tire-os e mantenha-os longe (EPA dos EUA)

  • Como tratar picadas de percevejos e encontrar a praga (empresa americana de controle de pragas Terminix)

  • Percevejos: Como se livrar dos percevejos (empresa de controle de pragas Orkin)


Finalmente, uma busca rápida por "percevejo" neste site, bem como visitar esta página do reddit pode fornecer informações para uma miríade de espécies que muitas vezes são confundidas com percevejos (por exemplo, larvas de besouro do tapete, psocídeos, pulgas, carrapatos, etc. .). Novamente, infelizmente, você é o (des) sortudo vencedor e Faz na verdade, tem um espécime definitivo.


Citações:

  • Dolling W.R. 1991. The Hemiptera. Oxford University Press, Nova York, Nova York.

  • Kolb, Adam, Glen R. Needham, Kimberly M. Neyman e Whitney A. High. (2009). "Percevejos". Terapia dermatológica. 22 (4): 347-52. doi: 10.1111 / j.1529-8019.2009.01246.x. PMID 19580578.

  • Krueger L. 2000. Não seja mordido pelo ressurgimento dos percevejos. Pest Control 68: 58-64.


por W.S. Cranshaw, M. Camper e F.B. Peairs * (12/13)

Fatos rápidos & # 8230

  • O percevejo (Cimex lectularius) e seus parentes (Família: Cimicidae) formam um pequeno grupo de insetos sugadores de sangue.
  • O morcego e o percevejo têm cabeça curta e larga, amplamente ligada ao protórax, e corpo oval.
  • Devido aos diferentes hábitos dos vários percevejos, a identificação adequada determina para onde direcionar os controles para serem mais eficazes.
  • O controle de percevejos é muito difícil e requer que todos os locais infestados sejam efetivamente tratados ao mesmo tempo.

O percevejo, percevejo e espécies relacionadas da família Cimicidae, são insetos sugadores de sangue que se alimentam de pássaros e / ou mamíferos. Cinco dos insetos cimicidas estão presentes
no Colorado.

Percevejo (Cimex lectularius). O percevejo é uma espécie notória e é o único membro dessa família de insetos no Colorado que está adaptado para viver inteiramente com humanos. Por várias décadas após a Segunda Guerra Mundial, foi amplamente erradicado dos Estados Unidos, existindo apenas em pequenos bolsões. No entanto, na última década, teve um tremendo ressurgimento. Os percevejos podem ser acidentalmente carregados nos móveis, bagagens e outros materiais, de modo que os problemas com percevejos tendem a ser mais graves em apartamentos, motéis e outros locais que recebem grande quantidade de tráfego humano.

Bug de morcego (Cimex pilosellus). Antes do recente aumento de percevejos, o percevejo era o representante mais comum desse grupo de insetos encontrados nas residências do Colorado. Os percevejos se desenvolvem em colônias de morcegos empoleirados, que às vezes ocorrem em sótãos ou atrás de paredes de edifícios. Os percevejos podem se mover para áreas de convivência humana e, incidentalmente, picar pessoas, sendo essas migrações particularmente comuns quando os morcegos migram ou são eliminados do prédio. No entanto, na ausência de hospedeiros morcegos, esses insetos não podem se sustentar e se reproduzir.

Percevejo (Oeciacus vicarius). O percevejo é um parasita das andorinhas dos penhascos e, menos comumente, das andorinhas dos celeiros. Problemas com mordidas humanas ocorrem em casas onde as andorinhas se fixaram e mantiveram ninhos durante o verão anterior. Picadas de percevejos em humanos tendem a ocorrer no final do inverno e na primavera, quando os percevejos emergem da dormência de inverno na expectativa do retorno de seus hospedeiros andorinhas. Os insetos ficam em grande parte dormentes durante o período entre a época em que os ninhos são abandonados no verão e pouco antes do retorno das andorinhas na primavera seguinte.

Percevejo (Haematosiphon inodorus). Os insetos aviários estão associados a galinhas e outras aves. Eles se escondem durante o dia em rachaduras e fendas ao redor do poleiro das aves e saem para se alimentar à noite. Mordidas humanas são raras e ocorrem quando as pessoas passam atividades noturnas nas proximidades de áreas de dormitório de aves.

Hesperocimex coloradensis. Martins roxos e, menos comumente, pica-paus e corujas são hospedeiros de H. coloradensis. Esta espécie está presente nas áreas do sudoeste do estado. Os encontros com humanos ocorrem quando os pássaros fazem seus ninhos em edifícios.

Todas essas espécies são geralmente semelhantes na aparência. Eles são marrom-avermelhados a marrom-acinzentados com uma forma de corpo oval e cerca de 3/8 de comprimento quando adultos. Todos não têm asas, embora pequenas almofadas de asas estejam presentes na parte traseira. Seu corpo é achatado quando não alimentado, embora eles inchem rapidamente com uma refeição de sangue. As várias espécies encontradas no Colorado podem ser separadas por padrões de cabelos, estruturas de almofada de asa e outras características que estão resumidas na Figura 1.

Mordidas

Os percevejos costumam se alimentar no meio da noite enquanto as pessoas dormem e a picada é indolor. Eles geralmente se alimentam por menos de 10 minutos antes de o inseto se saciar e retornar a um esconderijo para digerir a refeição. Uma linha de picadas pode aparecer onde vários percevejos se alimentaram ao longo da borda de um lençol ou de uma roupa próxima à pele.

Embora a picada não seja sentida imediatamente, as pessoas geralmente reagem às proteínas da saliva dos percevejos introduzidas durante a picada. Normalmente, pode desenvolver-se um inchaço avermelhado (& # 8220curidão & # 8221), associado a algum inchaço e coceira. Pode haver pouca resposta imediatamente após a picada, com pico de coceira sendo notado em cerca de uma semana, então diminuindo gradualmente. A exposição repetida a picadas de percevejos pode produzir reações mais intensas e coceira. No entanto, essas reações são altamente variáveis ​​e algumas pessoas mostram pouca resposta, enquanto outras reagem fortemente. Independentemente do sintoma que se desenvolve, não há nada de único nas picadas de percevejos que possam ser usados ​​para um diagnóstico positivo. A presença detectada de percevejos é necessária para determinar se uma “picada” avermelhada pode ser de percevejos.

Felizmente, testes extensivos determinaram que percevejos são incapazes de transmitir patógenos humanos.

Os percevejos morcegos e os percevejos também ocasionalmente picam humanos e pode haver uma variação semelhante na reação. Alguns comentaram que a reação após picadas de insetos de engolir parece ser particularmente coceira e desagradável.

História de vida e hábitos dos percevejos

Figura 4: Cascas de ovos de percevejos e manchas fecais secas.

Percevejos fêmeas cimentam seus pequenos ovos ovais em lotes de cerca de dois a cinco ovos. Os locais típicos para postura de ovos podem ser ao longo das dobras do colchão, nas juntas da estrutura da cama e atrás de molduras. No final das contas, uma fêmea pode produzir mais de 200 ovos durante sua vida adulta de meses.

Os ovos eclodem em seis a 10 dias, dependendo da temperatura, e as ninfas recém-nascidas irão imediatamente procurar comida, se estiver disponível. A alimentação ocorre no escuro, geralmente no meio da noite, e os percevejos usam dióxido de carbono e calor para localizar seu hospedeiro. Uma refeição de sangue deve ser feita antes de cada muda da ninfa do percevejo em desenvolvimento. Refeições de sangue também são necessárias para a produção de cada lote de ovos pela fêmea.

Em condições ideais, os percevejos podem se tornar adultos em cerca de um mês e meio e os adultos geralmente podem viver por cerca de nove meses. As temperaturas mais baixas retardam o desenvolvimento e a atividade geral dos percevejos começa a diminuir com temperaturas abaixo de cerca de 60 F. No entanto, os percevejos são bastante resistentes à fome e sabe-se que os adultos sobrevivem um ano sem se alimentar. As ninfas podem tolerar a fome por cerca de três meses. Quando há comida disponível, os percevejos podem continuar a se desenvolver e se reproduzir durante todo o ano, produzindo três ou quatro gerações anualmente.

Figura 5: Percevejo adulto e ninfas. Foto cedida por Gary Alpert, Harvard University.

Dentro de uma cama doméstica, os insetos estão concentrados nas proximidades da cama. A maioria será encontrada na moldura ou colchão, bem como mesas de cabeceira e entre outras fendas que existem ao lado da cama. Entre essas áreas de refúgio, os percevejos tendem a se concentrar em grupos. Quando a população de percevejos aumenta, observa-se que eles se dispersam mais amplamente pela sala. As migrações para quartos adjacentes podem ocorrer à medida que percevejos seguem buracos nas paredes, como os produzidos para fiação elétrica e encanamento.

As camas devem ser desmontadas e inspecionadas de perto. As áreas comuns onde serão encontrados percevejos incluem costuras de colchões e juntas da estrutura da cama. Percevejos também se movem para as molas e elas devem ser viradas e abertas para inspeção. É útil remover o tecido na parte inferior do box spring para auxiliar na inspeção e tratamento. Freqüentemente, a presença de manchas escuras, seus excrementos, é notada pela primeira vez. Os percevejos e seus ovos geralmente estarão presentes em rachaduras, juntas e dobras de tecido.

As áreas adjacentes à área de dormir também precisam ser inspecionadas. Percevejos podem ser encontrados em fendas de mesas de cabeceira ou outros móveis e podem se esconder sob lâmpadas ou outros itens que fornecem cobertura. As fendas das guarnições nas paredes podem ser áreas ocultas, assim como dobras da cortina e áreas onde as cortinas ficam no chão. Percevejos também podem se instalar atrás de quadros e tapeçarias perto das áreas de dormir.

Rachaduras nas paredes também serão usadas por percevejos e podem ser meios pelos quais eles podem se mudar para outros quartos, um problema particular em motéis e apartamentos com várias unidades. As tomadas elétricas geralmente não são completamente vedadas e fornecem pontos onde os percevejos podem se esconder e se mover atrás das paredes.

Manuseio de roupa de cama

Figura 6: Bug da andorinha. Foto cortesia da coleção Ken Gray.

Tratamentos de percevejos em residências geralmente envolvem trabalho de preparação intensivo por parte do proprietário. Isso inclui tratamento térmico e ensacamento de itens na área infestada & # 8211 itens que não podem ser tratados com produtos químicos.

Lençóis e outras roupas de cama podem ser facilmente desinfestados por lavagem que envolve um ciclo de secagem. As altas temperaturas envolvidas na secagem são críticas para matar percevejos com sucesso, com a exposição a temperaturas superiores a 120 F por alguns minutos, geralmente o suficiente para matar todos os estágios da vida. Lavar, secar a frio e limpar a seco podem não matar todos os estágios.

Ao remover as camas durante um tratamento contra percevejos, puxe os lençóis com cuidado para não desalojar os ovos ou deixá-los cair no chão, onde podem passar despercebidos por outros tratamentos. A propagação acidental de percevejos também pode ser evitada ensacando a roupa de cama ao movê-la para a lavanderia. Lave a roupa de cama e outros materiais imediatamente e não armazene nas áreas de lavanderia.

Coberturas de plástico que envolvem completamente colchões, travesseiros e outros itens podem ser usadas para excluir e prevenir a colonização de percevejos nesses itens.

Figura 7: Percevejo, extremidade da cabeça.

Eliminação de itens infestados

O descarte pode ser considerado para colchões, molas, sofás ou outros móveis infestados de percevejos. Se isso for feito, o descarte adequado deve ser garantido. Deixar esses itens na rua para descarte pode fazer com que sejam eliminados, o que espalhará as infestações para novas moradias. Tenha cuidado ao remover os itens da estrutura para que os percevejos não se desalojem e infestem outras áreas internas.

Inseticidas

A erradicação de percevejos em uma casa envolve o uso de inseticidas eficazes aplicados em todos os pontos onde os percevejos estão presentes. Esses tratamentos devem entrar em contato direto com os percevejos durante a aplicação. Percevejos que caminham por uma superfície tratada, mas não foram diretamente contatados com o inseticida durante a aplicação, podem não ser mortos. Os inseticidas disponíveis também não matam com eficácia os estágios do ovo dos percevejos.

Figura 8: Besouro de morcego, extremidade da cabeça.

Há pouca atividade residual dos inseticidas disponíveis atualmente. As aplicações repetidas de inseticidas sempre serão necessárias para matar percevejos que eclodem dos ovos posteriormente, junto com aqueles que não foram detectados durante o tratamento anterior.

Atualmente, os inseticidas disponíveis usados ​​para o controle de percevejos são principalmente da classe piretróide de pesticidas. Estes incluem bifentrina, lambda-cialotrina, deltametrina e beta-ciflutrina. Existem vários produtos profissionais, bem como vários inseticidas domésticos sem receita vendidos para proprietários de casas que os contêm como ingredientes ativos. (Produtos adicionais estão disponíveis para uso profissional, como clorfenapir / Phantom) No entanto, a maioria dos inseticidas normalmente vendidos no varejo são formulações líquidas que têm usos restritos a tratamentos de rachaduras e fendas. Poucos inseticidas vendidos sem prescrição, se houver, são formulados e rotulados para uso em locais críticos, como colchões ou em torno da fiação elétrica. Todos os inseticidas devem ser usados ​​estritamente de acordo com as instruções de uso do rótulo.

O equipamento de aplicação pode ser útil no uso bem-sucedido desses inseticidas. A injeção profunda de inseticidas em rachaduras e fendas é melhor alcançada com pulverizadores equipados com um bico de ponta fina. As formulações de pó podem ser sopradas para os vazios das paredes ou outros espaços difíceis de pulverizar. A dispersão melhorada também é possível com pulverizadores atomizadores finos. Esses tipos de equipamentos de aplicação normalmente não estão disponíveis para proprietários de residências em pontos de venda. No entanto, alguns produtos de terra diatomácea, uma poeira usada para matar insetos por dessecação, estão amplamente disponíveis em viveiros para uso contra percevejos e outros “insetos rastejantes”. Os aerogéis de sílica também são úteis como pós dessecantes para controlar insetos por secagem e são amplamente usados ​​por profissionais, mas normalmente não estão disponíveis sem receita.

“Bombas” de aerossol (contendo piretrinas ou permetrina) e sprays de inseticidas não persistentes (como piretrinas ou tetrametrina) não serão eficazes para o controle de percevejos. No máximo, pode-se esperar que eles matem alguns dos insetos que entram em contato diretamente com uma quantidade suficiente do inseticida. No entanto, eles não conseguirão penetrar adequadamente nos esconderijos de muitos percevejos, resultando em falha de erradicação.

Tratamento térmico e frio

O tratamento de alta temperatura tem recebido atenção considerável como o principal meio não químico de matar percevejos. Foi desenvolvido um equipamento especializado que pode forçar a alta temperatura, calor de vapor seco em áreas onde os percevejos estão presentes. Eles são particularmente úteis para o tratamento de estrados, molas e colchões onde o uso de inseticidas é limitado.

Esse equipamento está disponível apenas por meio de operadores de controle de pragas profissionais e requer experiência para uso eficaz. As temperaturas na superfície das áreas tratadas devem atingir 140 a 150F para matar percevejos escondidos em fendas adjacentes e é importante monitorar constantemente as superfícies com um termômetro enquanto usa vaporizadores para garantir que foi aplicado calor suficiente. O tratamento com vapor é demorado e pode levar 15 segundos ou mais para tratar uma área de 30 centímetros de comprimento.

Os tratamentos pelo frio têm pouca aplicação no controle de percevejos e seus parentes. Todos esses insetos são bem adaptados a períodos de temperatura muito fria e podem sobreviver à exposição normal ao congelamento.

Aspiração

O uso de um vácuo selado durante o tratamento de percevejos é útil. Modelos com forte sucção e bico direcionado podem ser usados ​​para ajudar a extrair alguns percevejos que se escondem em fendas protegidas. Os aspiradores também podem ser úteis para pegar indivíduos quando vistos e uma aspiração geral de pisos e outras superfícies pode pegar percevejos que migraram ou foram desalojados durante o tratamento. A adição ao saco de vácuo de um agente de secagem, como terra de diatomáceas, pode ser útil para matar os insetos coletados. Imediatamente após o uso, os sacos a vácuo devem ser removidos, lacrados em plástico e descartados para reduzir as chances de propagação acidental de percevejos.

Isolamento de cama

O isolamento das camas pode ser feito para determinar se os percevejos estão presentes e, depois que os esforços de controle foram concluídos, para garantir que a infestação do inseto foi erradicada. Com o isolamento da cama, a box e o colchão são revestidos e a estrutura é tratada para garantir que nenhum percevejo esteja presente. Em seguida, os quatro postes que tocam o solo são colocados em armadilhas adesivas. O dono da casa então dorme na cama certificando-se de que os lençóis ou outras roupas de cama não toquem no chão. Percevejos que estão no quarto virão se alimentar e serão pegos nas armadilhas pegajosas. Um período de duas ou mais semanas em que nenhum percevejo seja capturado nas armadilhas pegajosas na base das pernas da cama é uma boa indicação de que os insetos foram eliminados do quarto.

Controle de percevejos

O manejo de percevejos exige foco nos morcegos que são a fonte original dos insetos. A remoção ou exclusão dos morcegos evitará futuras infestações, pois os percevejos acabarão morrendo na ausência de seus hospedeiros. No entanto, no período imediato após a remoção do morcego, os problemas podem aumentar temporariamente à medida que os morcegos existentes migram em busca de novos hospedeiros.

Qualquer método para isolar a área de dormitório dos morcegos e o espaço de vida humano é útil para evitar essas migrações. Rachaduras e fendas usadas por percevejos migratórios também podem ser tratadas com inseticidas, como os usados ​​para percevejos. Se a área do poleiro dos morcegos puder ser alcançada, o uso de uma “bomba” de aerossol ou “tira-pragas” pode ajudar a matar os percevejos nessas áreas. Este último contém um inseticida persistente (diclorvos) que pode matar insetos durante um período de tempo.

Figura 9: Chave para percevejos e seus parentes encontrados na região das Montanhas Rochosas.

Controle de percevejos

O manejo de percevejos exige a prevenção de nidificação por andorinhas em edifícios ocupados, o que evitará problemas futuros com os insetos. No entanto, como ocorre com os percevejos morcegos, os problemas com os percevejos que picam podem aumentar temporariamente na primavera seguinte, à medida que os insetos famintos migram em busca de novos hospedeiros.

Andorinhas são espécies protegidas pela Lei Federal e é ilegal perturbar ninhos ativos. Os ninhos podem ser destruídos antes da postura dos ovos e as áreas onde as andorinhas anteriormente aninhadas podem ser isoladas antes do retorno das andorinhas migratórias. Se os ninhos forem removidos no verão após serem abandonados pelas andorinhas, um tratamento com inseticida para o local do ninho pode ser usado para matar alguns dos percevejos dormentes que permanecem escondidos ao redor do ninho. No entanto, alguns inseticidas (por exemplo, clorpirifós) são altamente tóxicos para as aves. Não os aplique em áreas que são atualmente visitadas por andorinhas.

* Entomologistas e professores de extensão da Colorado State University, ciências bioagriculturais e manejo de pragas. 12/97. Revisado em 13/12.


Percevejos

Seja notificado quando tivermos novidades, cursos ou eventos de seu interesse.

Ao inserir seu e-mail, você concorda em receber comunicações da Penn State Extension. Veja nossa Política de Privacidade.

Obrigado pela sua submissão!

Cazador Enmascarado

Artigos

Pragas que destroem madeira

Guias e Publicações

Manchada Lanternfly Banding 2020

Vídeos

Treinamento para autorização de Spotted Lanternfly para empresas: Pensilvânia

Cursos online

Treinamento para autorização do Spotted Lanternfly para empresas: Nova Jersey

Cursos online

Percevejos

  • Cor marrom avermelhado, com abdômen mais escuro conforme o sangue é digerido
  • Tamanho Os adultos têm aproximadamente 4 a 5 mm de comprimento, o tamanho de uma semente de maçã
  • Descrição Os percevejos têm formato oval, corpo achatado, duas antenas e seis patas

Links Rápidos

Como identificar percevejos?

Os percevejos têm forma oval e chegam a 4-5 mm de comprimento quando totalmente crescidos. Percevejos adultos têm um corpo achatado e sua cor de pele é marrom ferrugem ou um marrom avermelhado mais profundo.

Devido ao corpo achatado de um percevejo, eles podem facilmente se esconder em pequenos lugares, como rodapés, rachaduras no chão, sob tapetes, atrás de papel de parede solto, armações de cama, sofás, atrás de molduras e muitos outros lugares, o que os torna muito difíceis de detectar . Eles tendem a ficar juntos e grandes infestações emitem um cheiro doce, mas desagradável.

Quais são alguns dos principais sinais de percevejos?

Se você suspeita de percevejos ou deseja ser pró-ativo, procure insetos vivos ou mortos ou as peles que eles podem deixar para trás durante a muda. Após a alimentação, os percevejos regularmente deixarão para trás pequenas manchas de matéria fecal preto-avermelhada em sua cama, colchão ou colchão de molas. Eles colocam seus ovos (1/32 ″ a 1/8 ″ de tamanho) em fendas escuras perto das áreas de alimentação.

Picadas de percevejos também podem passar despercebidas e, muitas vezes, são diagnosticadas incorretamente, tornando a detecção muito mais difícil. Descubra mais respostas para perguntas sobre percevejos aqui.

Propagação de percevejos

Uma vez estabelecidos, os percevejos tendem a permanecer imóveis, mas podem se espalhar devido a qualquer um dos seguintes

  • Ser incomodado (ou seja, desmontagem de móveis ou aplicação incorreta de pesticidas)
  • Uma escassez de alimentos (ou seja, sem hospedeiro) pode fazer com que eles migrem para quartos vizinhos
  • A escassez de espaços de ancoragem pode fazer com que eles migrem para quartos vizinhos
  • Móveis infestados movidos por um corredor ou passados ​​para outras pessoas
  • Aspiradores de pó usados ​​para várias salas
  • Máquinas comerciais de lavar roupa

O que fazer se forem encontrados vestígios de percevejos?

  • Perturbe ainda mais a sala. Deixar a “cena” intacta ajudará Orkin Canada a diagnosticar o problema.
  • Retire todos os itens da sala. Isso só ajudará a espalhar os percevejos.
  • Pare de usar a sala e coloque-a em quarentena
  • Se a sala estiver ocupada, trabalhe com a gerência para mover os hóspedes para uma nova sala
  • Entre em contato com uma empresa de controle de pragas profissional imediatamente para inspecionar a sala infestada e / ou salas de pré-tratamento para as quais os hóspedes possam ser movidos. Na Colúmbia Britânica, você só pode fazer o pré-tratamento quando forem encontradas evidências de uma infestação.

Como posso evitar a infestação de percevejos?

Procure por insetos vivos ou mortos ou suas peles, Verifique as camas para manchas vermelhas de matéria fecal, Limpe e aspire os quartos regularmente, Proteja colchões e molas com invólucros certificados para percevejos, Use lençóis de cores claras para manchar manchas, Verifique todos os móveis perto das áreas de dormir, Olhe em volta das costuras, fendas e dobras, Vede as rachaduras nas paredes, guarnições e armações da cama.

Como os percevejos são bons caronas e costumam se esconder em áreas de difícil acesso, a melhor maneira de realmente se livrar deles é o controle profissional de pragas. A Orkin Canada usa cães percevejos especialmente treinados para detectar qualquer lugar em que percevejos vivos e seus ovos estejam se escondendo - e usa estratégias de controle personalizadas para garantir que eles desapareçam para sempre.

Habitat, dieta e comportamento

Qual é o ciclo de vida de um percevejo?

Percevejos sofrem metamorfose gradual (ovo, ninfa, adulto). As ninfas são versões menores dos adultos e passam por várias mudas até crescerem completamente.

As fêmeas colocam de 200 a 500 ovos em sua vida, 10 a 50 de cada vez, em superfícies ásperas. Os ovos eclodem em 6 a 17 dias, e os percevejos adultos sobrevivem por mais de 1 ano sem alimentação.

Perguntas Mais Frequentes

Por que tenho percevejos?

Os percevejos estão ressurgindo no Canadá e até mesmo as casas mais limpas podem ser vítimas dessas pragas dolorosas. À noite, os percevejos se alimentam de humanos adormecidos, mas durante o dia, eles se escondem em áreas escuras e não perturbadas, como móveis, rodapés, tábuas do assoalho, carpetes e até papéis de parede.

Percevejos são atraídos pelo dióxido de carbono e pelo calor que os humanos emitem, o que os torna particularmente atraídos por edifícios com várias unidades e muito movimento, como hotéis ou apartamentos alugados, onde geralmente são trazidos com bagagem ou móveis usados.

Percevejos não se agarram às pessoas, mas são notórios caminhantes de carona e podem se esconder em nossos pertences (por exemplo, mala, bolsa, mochila para laptop). De lá, eles podem ser introduzidos em uma casa, hotel, escritório, hospital ou qualquer outro prédio, bem como meios de transporte. O saneamento não é um fator para o aparecimento ou não de percevejos.

Eles são conhecidos por viajar mais de seis metros de esconderijo para se alimentar, mas geralmente se escondem a dois metros de seu hospedeiro, em grandes infestações que exalam um cheiro doce, mas desagradável.

Por que os percevejos estão de volta?

Os percevejos nunca foram embora. Eles são comuns em muitas nações ao redor do mundo. Estamos vendo um ressurgimento na América do Norte por vários motivos, incluindo o uso reduzido de pesticidas, o uso de móveis de segunda mão e o aumento das viagens internacionais, já que os percevejos são notórios caminhantes de carona.

A combinação de reintrodução, aumento de viagens internacionais e o fato de que os profissionais de controle de pragas não usam mais pesticidas mais antigos (como DDT, Chlordane e Lindane) significa que os percevejos foram capazes de ressurgir e se tornar uma praga muito séria no século 21. Eles têm uma capacidade única de se esconder e, devido à sua capacidade de se espalhar, novos métodos de inspeção e controle devem ser muito mais completos e abrangentes do que com muitas outras pragas.

Percevejos são insetos parasitas que vivem perto de seus hospedeiros. Como se alimentam de humanos (seus hospedeiros), seus habitats incluem casas, hotéis ou qualquer propriedade que freqüentemos. Tudo o que precisam é uma área protegida próxima a uma fonte de alimentação. Percevejos picam as pessoas quando estão dormindo, geralmente na pele exposta.

Ao procurar uma refeição, os percevejos podem se mover muito rapidamente para se alimentar e voltar a se esconder após a refeição. Percevejos costumam viajar mais de 6 metros para se esconder para se alimentar, mas geralmente se escondem a cerca de 1 a 6 metros de seu hospedeiro. A menos que você saiba especificamente como procurar percevejos, essas pragas podem ser facilmente esquecidas.

Devo ficar preocupado com os percevejos?

Você pode encontrar manchas vermelhas de matéria fecal na cama depois de ser picado por percevejos, mas pode ser extremamente difícil detectar onde os insetos estão realmente se escondendo.

Percevejos se multiplicam rapidamente, com as fêmeas botando até 500 ovos em sua vida. Em apenas seis meses, algumas dessas pragas podem se transformar em uma infestação total de mais de 13.000 percevejos. Os adultos também podem sobreviver por um ano sem se alimentar, portanto, mesmo que você vá embora, eles podem não sobreviver.

Serviços Residenciais

Proteja sua casa de pragas indesejadas com tratamento personalizado de controle de pragas

100% de satisfação ou garantia de devolução do dinheiro

Resolver seu problema de pragas é nossa prioridade # 1. Se for necessário um novo tratamento, forneceremos serviços imediatos sem nenhum custo extra. Se suas expectativas não forem atendidas, garantimos o reembolso total do pagamento do serviço.


Detecção de percevejos: os sinais mais claros de percevejos

É hora de falar sobre os sinais de vida dos percevejos. A maioria deles, é claro, está ligada a mordidas:

  • Picadas de percevejos são manchas vermelhas em qualquer parte do corpo humano.
  • Sempre há rastros de 2-3 picadas seguidas, um percevejo não suga todo o sangue de uma vez, ele se alimenta gradualmente e morde várias vezes.
  • Coceira e vermelhidão quase sempre acompanham as picadas desses insetos.

O que é interessante é que quase todas as três pessoas mordidas não sentem nenhuma sensação de desconforto! Também encontramos a opinião de que são os recém-nascidos que mais atraem os percevejos, pois seu sangue tem um gosto especialmente bom para eles. Não sabemos se os recém-nascidos são realmente mordidos com mais frequência, mas as mordidas podem ser a causa real de seu choro constante, porque sua pele é muito sensível.

Se você não tem certeza se você ou seu filho foram picados por um percevejo, mosquito ou outra pessoa, elaboramos um gráfico para você listando diferentes sinais de picadas de insetos para que você possa identificar a praga que está incomodando.

Sintoma / inseto

O local da mordida

Manchas vermelhas e inchadas de tamanho médio

Pequenas mordidas profundas com um buraco no centro e uma aréola vermelha ao redor. Algumas bolhas também são encontradas.

Onde eles mordem?

3-5 picadas formam uma trilha em qualquer parte do corpo.

As picadas são separadas, as manchas podem ser encontradas por todo o corpo.

Como regra, 2-3 mordidas formam uma trilha. Na maioria das vezes, as pulgas picam os pés e as canelas, mas com menos frequência atacam a parte superior do corpo.

Percevejos são insetos noturnos, então você encontrará as picadas na manhã seguinte, ao acordar.

As mordidas podem aparecer a qualquer momento

As mordidas podem aparecer a qualquer momento

Não necessariamente acontece, mas em qualquer caso não dura muito.

Intenso, desaparece com relativa rapidez.

Intenso, desaparece com relativa rapidez.

Outros sintomas típicos

Manchas acastanhadas nos lençóis e sob os colchões, que são os restos dos percevejos que você esmagou acidentalmente.

Mosquitos guincham, picadas são visíveis quando a pele começa a coçar

Dor forte no momento da picada, porém o inseto não é observado.

Pico de atividade do inseto

Os insetos estão ativos o ano todo

A atividade atinge o pico no final da primavera e durante o verão

Picos de atividade no final do verão

Além das picadas de percevejos, outros sinais de infestação incluem manchas de sangue nos lençóis da cama e colchão, bem como alguns pontos pretos que são esses insetos ' fezes.

Lembre-se de que essas pragas preferem madeira e papel a metal e plástico, o que é comprovado pelo Programa IPM do Estado de Nova York da Universidade Cornell (Michael F. Potter, que já citamos, também adiciona tecido a esta lista). É por isso que é necessário percorrer meticulosamente os caixilhos dos móveis de madeira, verificar as fissuras, costuras e pontos ocultos. Mas como você encontra percevejos no colchão ou no estofamento macio?


Atualização (25/05/21):

As amostras estão sendo aceitas por correio só. Clique aqui para acessar o formulário de inscrição. Além disso, nossa equipe está aceitando amostras digitais enviadas por e-mail para [email protected] O envio deve incluir seu nome, número de telefone, nome comercial, condado, onde você encontrou o espécime e imagens boas e focadas.

Se você está preocupado com o potencial de um inseto causar danos a você, à sua casa ou ao meio ambiente, ou se você está simplesmente curioso para saber de que espécie é um inseto, o Serviço de Identificação de Insetos pode identificar insetos, aranhas, carrapatos e outros artrópodes que você entrega ao laboratório por correio ou pessoalmente.

Please seek the advice of a medical professional if you believe that an insect is causing health problems for you or those in your care. For health safety reasons, the UNH Insect Identification Service cannot accept samples in cases involving microscopic (“invisible”) arthropods or biting/crawling sensations on the skin if submitted by private individuals. If you think you have insects in your body, please contact your primary care physician. Samples collected by a medical professional and submitted from the medical office directly, in either alcohol or as a slide with accompanying documentation, may be accepted at the discretion of the lab manager. Please do not submit floor sweepings, vacuum cleaner dirt/dust, or things of a similar nature. Exceptions: Ticks, suspected nits, lice, and other parasites visible to the naked eye and submitted in alcohol may be accepted.

The UNH Insect Identification Lab does not test for tick-borne illnesses. If you need a tick tested for disease, please use TickReport TM

Accurate identification of an insect is easiest when the specimens are in good condition. Refer to our best practices for submitting your insect for identification to help ensure that your specimen arrives in good shape.


Can Bed Bug Feces Impact Your Health?

A common concern when finding bed bug feces is wondering what effects it might be having on your health. While the exact health impact of a bed bug’s fecal matter is still uncertain, recent studies have pinned down certain chemicals in the feces, and it’s not all rosey:

Bed bug feces contain histamine, a component of their aggregation pheromone. Histamine is released from bed bug fecal matter along with the pheromones released when bed bugs are congregating. This is where the “sweet” odor comes from in a heavily infested area.

While humans naturally release histamine in response to an allergic reaction, it can ironically trigger allergy symptoms when we come in contact with it in our environment. People exposed to histamine may experience itching or asthma symptoms.

A study published in 2018 found that dust collected from homes with prior bed bug infestations had much higher histamine levels than dust from bed bug-free households. Long after the bugs are gone, the histamine released from their poop lingers in a home. It’s possible that the remaining histamine can still trigger symptoms in the same way that other exposures to histamine can.


Property owners are required to address bed bug infestations promptly. The surest strategies to keep bed bugs from spreading are prevention, early detection, and rapid treatment. To learn more, see the Department of Health and Mental Hygiene (DOHMH) Preventing and Getting Rid of Bedbugs Safely guide.

Click a topic, or press the enter key on a topic, to reveal its answer.

Tenants should report the presence of bed bugs to the property owner. If the property owner does not address the condition, file a complaint online or call 311.

When calling 311 to make a bed bug complaint, the caller may be asked by the 311 operator about whether it would be acceptable for HPD to bring a dog trained to sniff out bed bugs to participate in an inspection (note that even if requested, the dog may not accompany an Inspector). Whether or not a dog is present during an inspection, an HPD Inspector will conduct a visual inspection. Violations will be issued if the Inspector is able to visually confirm the presence of live bed bugs.

Listen to this podcast to learn more about bed bug-sniffing dogs and when HPD brings them into homes to investigate a possible bed bug infestation in this podcast.

Property Owner Requirements

The Housing Maintenance Code and Health Code both require that property owners address infestations promptly.

The surest strategies to keep bed bugs from spreading are prevention, early detection, and rapid treatment. To learn more, see the Department of Health and Mental Hygiene (DOHMH) Preventing and Getting Rid of Bedbugs Safely guide.

Bed bug infestations usually require the services of well-trained, licensed pest management professionals, also called exterminators. New York State law requires that property owners hire only pest control professionals licensed by the New York State Department of Environmental Conservation (DEC) to treat apartments for bed bugs. The pest control professional should perform an inspection to confirm the presence of bed bugs and to eliminate bed bugs, if necessary. Property owners are expected to make follow-up visits to ensure that there are no signs of a bed bug infestation.

Property owners of rental residential properties are now required to file a Bed Bug Annual Report. See the Bed Bug Annual Report Requirement section of this webpage for the additional requirements. Once the Bed Bug Annual Report has been filed, the property owner is required to either provide the filing receipt to each tenant (upon commencement of a new lease and with each lease renewal) OR post the filing receipt in a prominent location in the building. In addition, the property owner must either distribute to each tenant or post the DOHMH Preventing and Getting Rid of Bedbugs Safely guide, which provides information on the prevention, detection, and removal of bedbugs.

Bed Bug Annual Report Requirement

Local Law 69 of 2017 requires that all multiple dwelling property owners must attempt to obtain the bed bug infestation history from the tenant or unit owner, including whether eradication measures were employed for a bedbug infestation.

Complete your Annual Bed Bug Report. Pursuant to the law, HPD will make the submitted information publicly available through HPDONLINE.

The online application will only allow validly registered property owners and managing agents of multiple dwellings to disclose bedbug infestation history. A building&rsquos property registration must be current. If you have not registered your property, please do so by visiting Property Registration.

Property owners will be required to file annually between December 1 and December 31 for the previous year from November 1 through October 31.

Property owners will be required to report the following information:

  1. The number of dwelling units
  2. The number of dwelling units, as reported or otherwise known to the owner, than had a bedbug infestation during the previous year
  3. The number of dwelling units, as reported or otherwise known to the owner, in which eradication measure were employed during the previous year for a bedbug infestation
  4. The number of dwelling units reported in number 3 that had a bedbug infestation after such eradication measure were employed in such units.

When submitting, the owner will certify that either:

  • A copy of the most electronic form will be distributed to each tenant of the building upon each lease renewal or the commencement of a new lease issued or
  • A copy of such form will be posted in a prominent location within the building within 60 days of the filing and that the owner will maintain a record that a copy of such form was prominently posted within 60 days of the filing of the information with HPD.

Once the Bed Bug Annual Report has been filed, the property owner is required to either provide the filing receipt to each tenant (upon commencement of a new lease and with each lease renewal) OR post the filing receipt in a prominent location in the building. In addition, the property owner must either distribute to each tenant or post the DOHMH's Stop Bed Bugs Safely guide, which provides information on the prevention, detection, and removal of bedbugs.

If you do not have access to a computer or email, you can file a report using the Bed Bug Annual Filing Form . Please follow all instructions carefully. The Form is also available in the following languages:

Please note that New York State law requires property owners to disclose bedbug infestation history dating back one year to new tenants through the Bedbug Disclosure Form. For more information, visit the NYS Homes and Community Renewal website.

Tenants should report the presence of bed bugs to the property owner. If the property owner does not address the condition, file a complaint online or call 311.

HPD provides a special service for the inspection of bedbugs: HPD&rsquos Canine Unit. The beagles are available to assist a team of Code Enforcement Inspectors who have been trained to work with them. The Canine Unit will respond to bedbug complaints where the 311 operator has confirmed that the tenant would like to have the inspection performed by a dog although not every such complaint can be inspected by the Canine Unit. The dogs were trained at an accredited facility to alert by sitting when they detect live bedbugs or viable eggs. The findings are confirmed by visual inspection before a violation is issued.

If the HPD inspector finds bedbugs, the property owner is issued an HPD Notice of Violation (NOV) ordering that the condition be addressed. When a NOV is issued by HPD, the property owner also receives a DOHMH Order of the Commissioner. The Commissioner&rsquos order provides property owners more detail on the requirements for addressing bedbugs, including:

  1. Inspect the apartment(s) cited for bedbugs.
  2. If you find a bedbug infestation in the apartment(s), inspect all units adjacent to, above and below the infested units, as well as all common areas and retain the services of a pest management professional certified and registered by the New York State Department of Environmental Conservation to take all measures necessary to remove bedbug infestation where found.
  3. Keep a record of all actions taken in compliance with the Order.

Certification of HPD's NOV is the only required notification back to the City that the condition has been corrected as instructed. There is no response directly to the DOHMH. The HPD Certification of Correction requires a sworn statement that the above corrective actions have been taken, in compliance with the DOHMH Commissioner&rsquos Order.
For information about completing your certification documents for HPD, you can contact your Borough Service Center or certify online using eCertification.


Dogs = Relief!

These scent-trained bug dogs are in high demand all across the United States and in other countries around the world. In populated cities with multi-unit dwellings, a single canine may visit a dozen locations in one day of work.

These specialized K-9 units bring relief to residents who were convinced they had an infestation while saving clients thousands of dollars in costly treatment methods. Trainers and handlers agree that it is a rewarding career, and the dogs are happy with the treats and love they receive for a job well done.

While building owners are relieved to know the exact locations of infestations, it is considered a happy ending when the dedicated canine finds zero traces of live bed bugs.


Assista o vídeo: Identificação e Controle do Percevejo Castanho (Outubro 2022).